Paula Leitão é terapeuta de medicina tradicional chinesa e é uma das poucas terapeutas em Portugal que tem formação para ministrar a técnica de acupunctura, designada pelo nome de ‘agulha de fogo’, uma das técnicas onde se especializou numa pós-graduação ministrada pelo Prof. Peng Xuming, «um dos mais conceituados professores de medicina tradicional chinesa», segundo Paula Leitão. A terapeuta de medicina tradicional chinesa esteve recentemente na China com o objetivo de aprofundar os seus conhecimentos e trazer para Portugal novos métodos de diagnóstico, a nível do cancro e outros problemas graves de saúde.  

 

«Devemos estar sempre atentos às novas técnicas que vão surgindo, podendo, assim, aperfeiçoar os nossos conhecimentos», diz-nos Paula Leitão. Ao longo do seu percurso, fez várias formações, algumas em Portugal, outras fora do país. No decorrer destas formações, a terapeuta especializou-se em variadíssimas técnicas de acupunctura designadas pelos nomes ‘agulha de fogo’, ‘técnica das 3 agulhas’ e, mais recentemente, ‘técnica da agulha voadora’.

 

‘Agulha de fogo’

Esta técnica de acupunctura muito antiga é uma ferramenta fundamental nos tratamentos de diferentes patologias, com especial sucesso em quadros de dor. Esta é uma técnica simples que consiste na inserção de agulhas previamente aquecidas, de forma precisa e rápida, de maneira a não provocar qualquer incómodo ao paciente. Está indicada para várias patologias, nomeadamente, tonturas, dores de cabeça, insónia, depressão, acidente vascular, asma, tosse, dor oncológica, hemorroidas, problemas dermatológicos, problemas ginecológicos, cervicalgias, dores lombares, ciática, entre outros. São tratamentos rápidos e indolores, os resultados são visíveis num curso de tratamento de 3 a 5 dias. Para condições crónicas, 5 a 8 tratamentos. «Tenho obtido excelentes resultados com a utilização desta e de outras técnicas», garante Paula Leitão.

 

A técnica das 3 agulhas

Está é outra das técnicas mais utilizadas pela terapeuta de medicina tradicional chinesa, também com excelentes resultados. Esta técnica consiste em utilizar três pontos de acupunctura para tratar uma patologia em particular e já mostrou que é muito eficaz, tendo resultados surpreendentes, por vezes superiores aos métodos tradicionais utilizados na acupunctura. Este método original da província de Guangdong é ensinado na Universidade de Guangzhou, onde Jin Rio foi professor e investigador. A universidade de Guangzhou tem um departamento internacional com professores que ensinam em vários países do Ocidente. Em Portugal, algumas escolas têm protocolo direto com a Universidade de Guangzhou onde levam alunos para poderem estudar diretamente na China e trazem professores da Universidade de Guangzhou ao nosso país para ministrarem uma formação. Com este intercâmbio, Portugal recebeu o Professor Internacional Peng Xuming, que foi aluno direto de Jin Rio e participou nas suas pesquisas e investigações.

«Peng Xuming tem ministrado em Portugal, entre outros cursos, a técnica das 3 agulhas e os seus ensinamentos são ensinados na íntegra no plano de formação. Por coincidência do destino ou não, acabei por me cruzar com a técnica das 3 agulhas de Jin Rio. O que me surpreende, é que podemos aplicar este método na maioria dos pacientes que nos consultam. A sua aplicação é simples e eficaz. Por vezes, com apenas 2 ou 3 tratamentos o paciente sente melhoras na ordem dos 70%. Há dores que desaparecem de uma sessão para outra, que até parece que ocorreu um pequeno ‘milagre’», conta a terapeuta.

 

Conheça novos tratamentos e beneficie de 50% de desconto

Já ouviu falar da ‘técnica da agulha voadora’? Este é um dos métodos de diagnóstico mais utilizados na China e, atualmente, Paula Leitão é uma das únicas terapeutas de medicina tradicional chinesa a ministrar esta técnica no nosso país, um método mais rápido e indolor, ao ponto do bico da agulha quase não tocar no momento da inserção. Do ponto de vista da medicina oriental, o objetivo é promover um equilíbrio energético de todo o orgnanismo. Se ainda não simpatizou com a ideia de ter agulhas espetadas pelo corpo, talvez mude a sua opinião depois de conhecer melhor esta técnica chinesa. Para isso, faça uma consulta de medicina tradicional chinesa e beneficie de 50% de desconto na 1ª consulta de diagnóstico. Basta que apresente esta edição da Zen.

Para mais informações, contacte paula.leitaoamaro@gmail.com / 914 482 322.

 

Consultas em Lisboa e no Porto

Paula Leitão é terapeuta pós-graduada e concluiu o curso acreditado e reconhecido pela Guangzhou University of Chinese Medicine (Gucm) – Prof. Dr. Peng Xuming.

Atualmente, dá consultas em Lisboa (Espaço ZenElly), São Domingos de Rana (Complexo Desportivo Abóboda) e Porto (Lux – HealthClub).

Para mais informações, contacte paula.leitaoamaro@gmail.com / 914 482 322.

 

Artigo publicado na Zen Energy Nº 85 (edição de Fevereiro de 2016)