Se está farto de dietas restritivas, com alimentos pouco autênticos, que apresentam uma lista infindável de aditivos, corantes, conservantes e adoçantes artificiais, se quer mudar a sua relação com a alimentação, mudar o seu corpo, ser mais saudável e viver com mais energia, então, esta é a dieta certa para si. Mas se está à espera de dietas líquidas e receitas de sumos detox desengane-se.

 

Ao contrário do que habitualmente se pensa, o detox não é apenas uma tendência de verão e nem se esgota nos sumos verdes.

Apesar de fortemente associada a estas receitas frescas e nutritivas, podemos evoluir na nossa dieta detox, com a introdução de novas receitas e formas alternativas de apresentar os mesmos ingredientes. Se de verão os sumos são uma excelente opção, nas estações mais frias, em que os dias são mais curtos e as temperaturas mais baixas, o entusiasmo diminui e procuramos naturalmente receitas mais aconchegantes e mais quentes.

 

Produtos vegetais, alimentos crus ou pouco processados

Uma dieta detox é um estilo de vida em que os alimentos verdadeiros e os sabores genuínos são as estrelas. Encontrará receitas com grande aporte de produtos vegetais, alimentos crus ou pouco processados, livres de toxinas e que lhe permitem recuperar mais facilmente das lesões do stress, retardando os efeitos do envelhecimento celular que se sentem no nosso dia a dia e se refletem no nosso exterior, na nossa pele e no nosso cabelo e não só.

Muitas vezes, confunde-se dieta detox ou alimentação detox com dieta milagre ou alimento mágico que depura o organismo. Contudo uma coisa é certa: Não é o alimento que desintoxica por nós, mas sim, os nossos rins, os nossos intestinos, o nosso fígado, os nossos pulmões e até mesmo a nossa pele. O que a alimentação detox vem fazer é garantir que toda a matéria-prima necessária para o funcionamento destes órgãos seja fornecida, facilitando o seu funcionamento sem sobrecarga. Por isso, a importância dos ingredientes escolhidos para as nossas receitas e a qualidade dos mesmos.

A introdução de receitas de sopas, saladas e chás com um efeito desintoxicante parece completar a lacuna que os sumos deixavam nas estações mais frias.

Nesta época do ano, a nossa temperatura corporal baixa e, portanto, fisiologicamente, o nosso organismo aumenta as exigências energéticas a fim de permitir a manutenção da sua temperatura interna. Se por um lado é ótimo porque gastamos mais energia, por outro lado aumenta-nos o apetite e a procura por alimentos mais quentes ou mais energéticos (diga-se calóricos). Assim sendo, nada melhor do que procurar estes meses do ano, aproveitando a benesse do nosso metabolismo, para desintoxicar o organismo, viver com mais energia e conseguirmos atingir a silhueta que tanto desejamos, mas claro, sem passar fome.

 

Produtos vegetais, alimentos crus ou pouco processados

Uma dieta detox é um estilo de vida em que os alimentos verdadeiros e os sabores genuínos são as estrelas. Encontrará receitas com grande aporte de produtos vegetais, alimentos crus ou pouco processados, livres de toxinas e que lhe permitem recuperar mais facilmente das lesões do stress, retardando os efeitos do envelhecimento celular que se sentem no nosso dia a dia e se refletem no nosso exterior, na nossa pele e no nosso cabelo e não só.

Muitas vezes, confunde-se dieta detox ou alimentação detox com dieta milagre ou alimento mágico que depura o organismo. Contudo uma coisa é certa: Não é o alimento que desintoxica por nós, mas sim, os nossos rins, os nossos intestinos, o nosso fígado, os nossos pulmões e até mesmo a nossa pele. O que a alimentação detox vem fazer é garantir que toda a matéria-prima necessária para o funcionamento destes órgãos seja fornecida, facilitando o seu funcionamento sem sobrecarga. Por isso, a importância dos ingredientes escolhidos para as nossas receitas e a qualidade dos mesmos.

A introdução de receitas de sopas, saladas e chás com um efeito desintoxicante parece completar a lacuna que os sumos deixavam nas estações mais frias.

Nesta época do ano, a nossa temperatura corporal baixa e, portanto, fisiologicamente, o nosso organismo aumenta as exigências energéticas a fim de permitir a manutenção da sua temperatura interna. Se por um lado é ótimo porque gastamos mais energia, por outro lado aumenta-nos o apetite e a procura por alimentos mais quentes ou mais energéticos (diga-se calóricos). Assim sendo, nada melhor do que procurar estes meses do ano, aproveitando a benesse do nosso metabolismo, para desintoxicar o organismo, viver com mais energia e conseguirmos atingir a silhueta que tanto desejamos, mas claro, sem passar fome.

 

Sopas e saladas detox

As sopas detox serão um contributo fantástico e alternativo às que já prepara em casa. Um hábito já tão português que agora pode ser aliado ao detox – basta saber escolher os ingredientes certos. Poderão ser colocadas em recipientes térmicos e levadas para o trabalho. Poderão ser feitas com antecedência e repartidas ao longo da semana. Se as congelar poderão ser também uma excelente forma de ter sempre uma refeição pronta sem roubar muito tempo à sua rotina. Nada mais prático!

As saladas detox, devem ser preparadas com alimentos maioritariamente crus, devem ser ricas, coloridas, saborosas e completas. Podem ser associadas a molhos vinagretes ou pestos alternativos, utilizando os superalimentos que nos habituámos a colocar nos sumos. Tudo receitas que se inspiram nas tradicionais, mas com um toque especial que faz com que sabores familiares e combinações corretas tornem a nossa refeição mais funcional e desintoxicante.

Os chás, tisanas e infusões detox são uma ferramenta absolutamente imprescindível que utilizo na consulta de nutrição; além de hidratarem, atribuem funções específicas para a perda de peso, eliminação de líquidos, desintoxicação, entre muitos outros. Se juntarmos ingredientes que tenham efeito na drenagem, sejam saciantes e com forte poder antioxidante, temos aquilo a que, lá fora, os ingleses chamam de teatox.

Para provar que podemos encarar o detox como um estilo de vida e não apenas como um ciclo provisório e limitado às estações mais quentes, compilei mais de 100 receitas detox no meu novo livro: Sopas, saladas e chás detox.

Afinal, o detox não é uma moda e parece que veio para ficar! Descubra o que de novo esta tendência tem para nos mostrar e surpreenda-se com os resultados.

 

Artigo publicado na Zen Energy Nº 82 (edição de Novembro de 2015)