A quirologia é o estudo, o conhecimento das mãos.

Tudo tem um significado e o porquê dessa linha estar onde se encontra. O que nos quererá transmitir?

Com o passar do tempo, as linhas podem modificar-se, alterar, desaparecer, consoante as nossas atitudes, escolhas perante a vida. Temos sempre o livre-arbítrio e poderá haver essa alteração.

 

Caso não seja canhoto, a mão direita representa a nossa vida (passado, presente e futuro) e a mão esquerda, as nossas últimas vidas passadas e mais marcantes e o que deveríamos ter feito no momento em que nascemos e o que alterou na mão direita. Daí o estudo da quirologia consistir em analisar as mãos e orientar a pessoa como proceder para modificar as linhas.

 

Interpretação dos símbolos                        

A quirologia é uma ciência milenar de interpretação dos símbolos. Nas mãos estão impressas marcas, correspondentes às inúmeras terminações nervosas que o Homem possui e que refletem os processos mentais, emocionais e espirituais.

Aristóteles, Newton, Napoleão e Einstein entre outros, interessaram-se pelo assunto.

Antes de alguma batalha, tomada de decisões importantes, consultavam sempre primeiro um quirólogo.
É importante  referir que também na Bíblia se fala desta Arte de ler Mãos e o livro de Jó refere: «É ELE que põe uma marca na mão de cada Homem para indicar os caminhos a seguir e o que deve realizar».
(Jó, capítulo 37, versículo 7).

 

Leitura das mãos

Quando que se faz uma leitura, analisa-se:

  • Unhas: poderão transmitir algo relacionado com a saúde ou a personalidade, caso sejam quadradas, ovais, rectangulares, cada uma com uma interpretação diferente.
  • Tamanho das mãos: as mãos pequenas, grandes, estreitas ou largas têm um significado diferente, relacionando-se com a nossa personalidade.

 

  • Flexibilidade das mãos: se a mão for firme ou rígida, poderá revelar falta de flexibilidade e dificuldade de se adaptar a algo que se venha a deparar na sua vida.

 

  • Dedos das mãos: podem ser quadrados, espatulados, finos ou largos e seu comprimento em relação aos outros dedos, revela a personalidade, assim como cada falange, que indica algo em relação a cada órgão do nosso corpo na área da saúde. A posição de cada dedo também é importante, se se encontram muito afastados, ou um dedo mais torto que o outro e com uma ligeira inclinação para um determinado dedo. Se o dedo indicador for muito grande quase do tamanho do dedo médio poderá ser uma pessoa mais autoritária ou com grande poder de afirmação, caso o dedo indicador seja pequeno poderá ser uma pessoa mais submissa, que não se afirma perante os outros. O polegar é, por assim dizer, o dedo mais importante na nossa mão e que pode revelar muitos traços da nossa personalidade e o carácter, nomeadamente a força de vontade, a lógica e o tamanho deste também é indicador de muitos traços da pessoa.

 

  • Tipos de mãos: as mãos poderão ser sensitivas (mão cónica e psíquica), realistas (mão quadrada e espatulada) e mão mista ou mesclada, que tem a mistura de vários tipos de mãos: poderá ter a ponta de um dedo quadrada ou espatulada e outra ponta de um dedo cónica. Cada tipo de mão tem uma interpretação diferente.

 

  • Montes situados por baixo de cada dedo: por baixo de cada dedo existem montes, estando alguns mais salientes que os outros ou até achatados na palma da mão. Cada monte simboliza aspetos positivos ou negativos da pessoa, assim como algumas qualidades de cada um de nós, conforme o dedo onde o monte se localiza. Por baixo do dedo indicador localiza-se o monte Júpiter; por baixo do dedo médio, está o monte de Saturno; por baixo do dedo anelar, encontra-se o monte de Apolo; abaixo do dedo mínimo está o monte de Mercúrio. De salientar, que neste monte Mercúrio, poderão encontrar-se, por vezes, as linhas samaritanas, linhas finas e verticais por baixo do dedo mínimo que indica tendência para trabalho ligado à solidariedade ou voluntariado.

 

  • Monte de Vénus: situado na base do polegar, dá-nos indicação sobre a parte amorosa, revelando também dados em relação à saúde.

 

  • Monte da Lua: situado no lado oposto ao monte de Marte, encontra-se na palma da mão, acima da zona do nosso pulso. Caso seja muito desenvolvido e alto poderão ser sensíveis, imaginativos e um forte impulso para cuidar dos outros. Pode ter neste monte a linha da intuição ou até a linha das viagens.
  • Monte de Marte Superior ou positivo: encontra-se abaixo do dedo de Mercúrio (mínimo) que simboliza ou revela a coragem, tanto física como moral e sua determinação.
  • Monte de Marte Inferior: situa-se entre o monte de Júpiter e o monte de Vénus por baixo do dedo indicador. Revela o espírito combativo, coragem, resistência, autoconfiança.

 

Interpretação das linhas principais…

Depois temos a interpretação das linhas principais:

  • Linha da vida: esta começa junto à borda da palma da mão sob o monte Júpiter, que fica na base do dedo indicador e envolve o monte de Vénus. Se a linha estiver vincada e longa, sem interrupções ou símbolos, com um bom contorno, significa vitalidade, sendo forte e sadio. Mas, mesmo se nos depararmos com uma linha da vida mais débil ou fragilizada com interrupções ou mais curta, não significa que viva por um período menos longo. Ao compararmos com o polegar e se este numa falange demonstrar muita força de vontade e se for comprida, significa que apesar de uma saúde um pouco mais frágil tem um grande apego à vida e o que for visto pode até ser alterado ou modificado. Um sinal de proteção e de alguma resistência a alguma enfermidade, é uma linha dupla da vida, chamada linha da vida Interior/linha do guia familiar. Quem tem esta linha que se encontra paralela à linha da vida é muito positivo, porque indica proteção, amparo em situações de alguma doença ou perigo.

 

  • Linha da Cabeça: a linha da cabeça é uma linha que atravessa horizontalmente o centro da nossa palma da mão, estando ligada inicialmente à linha da vida ou um pouco separada. Dá indícios da nossa inteligência, vocações profissionais, se temos só uma área de interesse ou mais do que uma área e que caminho seguir. A linha pode ser reta, dando indícios de algumas vocações (pesquisa ou investigação entre outras); estando a linha mais inclinada indica provável ligação com o público, entre outras áreas e, estando inclinada em direcção ao monte da lua (apontado para a zona do pulso), pode dar indícios de ser alguém que gosta de se sentir útil e ajudar os outros ou através da espiritualidade, ou como sendo uma pessoa imaginativa ou sensível.

 

  • Linha do coração: como muitas pessoas deverão pensar, não é apenas na linha do coração, que se poderá ver a parte amorosa, de relações ou dos filhos, mas sim no monte de vénus como tinha referido e em algumas linhas secundárias que já vou mencionar de seguida. Se a linha for curta e pouco acentuada, acabando no dedo médio, significa pequena capacidade para dar ou receber amor ou até alguma frieza na relação. Caso a linha seja comprida e termine abaixo do dedo indicador pode ser seletiva, mas satisfeita com a vida amorosa. Se a linha seguir em frente mas for curva para a direcção do dedo indicador pode ser seletiva em relação ao amor, mas expressa livremente os sentimentos. Se acaba no dedo anelar pode apaixonar-se facilmente. Se a linha for interrompida, também poderá dar indícios em relação à saúde ou problemas cardiológicos.

 

  • Linha do destino: esta linha tem origem no pulso e desenvolve-se, sendo reta ou não, através da palma em direção ao dedo médio. Se esta linha começar do monte da lua pode ser sinal de viagens; se a linha termina na linha do coração, poderão ter sido feitos sacrifícios em nome do amor ou se termina na linha da cabeça, nalgum momento deixou-se influenciar e não levou a sua avante, não arriscou. Existem tantas interpretações consoante onde a linha começa, onde termina, se se encontra ondulada, com ramificações, linhas atravessadas ou símbolos. Também podem surgir linhas simiescas, quando a linha do coração une-se à linha da cabeça ficando só com uma linha reta que atravessa horizontalmente a palma da mão que terá outro significado.

 

… e secundárias

De seguida, interpretam-se as linhas secundárias, algumas delas nem todas as pessoas poderão vir a ter:

O anel de vénus, linha do casamento, linha do sol, via hepática (linha da saúde), linha das viagens, anel de salomão, anel de saturno, cruz mística, tendo várias interpretações.

Afinal o que dizem as tuas mãos?

 

Artigo publicado na Zen Energy Nº78 (edição de Julho de 2015)