Mimos merecidos neste Verão

Se calhar já sabe, mas mesmo assim quero informá-la que o que utiliza para se lavar, se maquilhar e, de um modo geral, para tratar da sua pele, deve ser tão saudável como o que põe na sua boca, pois tudo o que é absorvido pela pele acaba depositado no seu corpo.

Saiba que um adulto utiliza em média 9 produtos de higiene pessoal por dia, expondo-se, assim, a mais de 120 substâncias químicas, de forma inconsciente, em gestos aparentemente inofensivos, como lavar as mãos ou colocar um creme. Especialistas afirmam que 1/3 destes produtos contém um ou mais ingredientes que podem ser classificados como possíveis causadores de cancro. Então, porque arriscar um desastre e não alimentar o seu corpo com produtos naturais, de qualidade, saudáveis e eficazes?

É impossível não utilizar produtos de higiene para os cuidados da pele, assim como cosméticos que nos embelezam, tal como é impossível não comer ou não respirar. Mas, é possível escolher rigorosamente os nossos produtos para preservar a saúde do nosso corpo e do ambiente.

Alguém pode, hoje, afirmar nunca ter tido irritações, alergias, mal-estar e várias complicações depois de ter ingerido alguns alimentos ou ter utilizado produtos cosméticos ou de higiene corporal? Duvido. Saiba que até doenças mais graves, como o cancro, podem ser provocadas por ingredientes nocivos, contidos nas fórmulas de muitos produtos que utilizamos diariamente como os parabenos, os conservantes libertadores de formol, o propilenglicol, o óleo mineral e outros derivados de petróleo responsáveis por diversos tipos de cancro.

Não quero assustá-la, apenas chamar a sua atenção para mudar os seus hábitos e estilo de vida e começar a utilizar produtos que contêm um elevado grau de biocompatibilidade com o seu corpo, aliando, assim, o poder que a Natureza tão inteligentemente coloca à nossa disposição através de minerais, vitaminas, nutrientes antioxidantes, oligoelementos, etc.

Desde a antiguidade é que são utilizados os cosméticos, pois arqueólogos observaram nas múmias do Egipto (3500 a.C.) sinais de uso de maquilhagem e cerâmicas, contendo perfumes e cremes com substâncias diversas: chumbo, carvão, pigmentos de ferro e até insectos triturados e macerados. Na Inglaterra, por volta de 1500, havia cosméticos à base de chumbo para obter uma pele mais branca. Mas, a Nova Era do conhecimento em todas as áreas e a conscientização crescente quanto à necessidade imperiosa de preservar a saúde e de prevenir doenças, passa antes de tudo pela alimentação correcta e a utilização adequada de produtos saudáveis, provocando, assim, uma busca irrepreensível de tudo o que não é nocivo à nossa saúde e ao ambiente.

Neste sentido, encontrará na presente edição artigos inéditos e esclarecedoras, dicas úteis e conselhos práticos, assim como, receitas, contendo nutrientes e produtos naturais que podem salvar a sua vida, ajudando-a a manter o equilíbrio mental, físico e emocional. Descubra nessa edição novos produtos de beleza que são lançados pelo mercado todos os dias, possibilitando uma enorme variedade de escolha, produtos sem pesticidas, cujo sistema de cultivo observa as leis da Natureza e cujo manejo agrícola está baseado no respeito ao meio ambiente e na preservação de recursos naturais.

Quero encomendar!