Na primeira parte deste artigo a autora falou sobre as chaves básicas da vida. Na segunda parte, dá-lhe a conhecer o exercício de libertação emocional que poderá fazer durante esta viagem mágica.

 

Pergunte a si próprio, quais foram as 3 principais conquistas da sua vida, até hoje? Noutras palavras, quais as 3 coisas mais importantes que aconteceram na sua vida?

Pensou nas 3? Se não, pense antes de continuarmos juntos a Viagem Mágica para a Grande Mudança.

Elas foram planeadas? Aconteceram da forma como pensou nelas? Ou simplesmente aconteceram independentemente do seu planeamento?

Nas formações que ministro pelo mundo, quando pergunto isto, a maioria das pessoas responde que pelo menos duas não foram planeadas, controladas.

Já pensou o quanto isto é engraçado? Gastamos muito do nosso tempo preocupados se algo vai ou não vai acontecer, mas quando pensamos nas coisas mais marcantes da nossa vida, percebemos que a maioria delas não foi planeada. Tudo é uma questão de organização mental, emocional, física e espiritual.

Posso pensar, em vários momentos, como quero que seja a mulher ou o homem da minha vida, mas quando a vida traz essa pessoa, normalmente, não traz ‘quem’ pedi, mas sim ‘quem’ preciso.

Veja se não acontece a mesma coisa em relação ao emprego: nós pensamos no tipo de trabalho ideal para nós, mas nunca vem o que pensamos exactamente, não é assim que acontece?

Sabe porquê?

Porque a vida traz o que precisamos para nos tornarmos naquilo que SOMOS e não naquilo que queremos como os outros nos vejam.

 

Sabe o que é? Quem é você?

Lá no fundo, no fundo, todos nós temos uma voz que diz aquilo que realmente queremos ser, não temos? Já escutou esta voz? Ela é mágica! Ela tem todas as respostas, escute-a bem dentro de si. Agora, escute-se e permita-se… SER, TER E FAZER TUDO aquilo que merece.

A questão é que na maioria das vezes não nos escutamos, deixamo-nos adormecer novamente e o tempo passa. E depois arranjamos como desculpa a falta de tempo, mas para pensar no que nos atormenta, aí sim, o tempo aparece.

Mas, a vida… a vida escuta esta voz! A vida, na verdade, só fala com esta voz e não com a voz da sua mente ou da nossa.

E perguntamos novamente, sabe porquê?

Porque é esta voz quem sabe o nosso caminho…

Só que, ao invés de a escutarmos para sabermos o nosso caminho, criamos um amontoado de coisas nas nossas mentes, e fazemos cada criação mental competir com a voz da essência que escutamos diariamente. Qual o resultado disso? Tralha e mais tralha mental acumulada. E emoções amontoadas e desequilibradas. E assim tudo começa… a guerra interior e exterior. E distraímo-nos com aquilo que vivemos e sentimos e misturamos tudo num turbilhão de pensamentos, sentimentos, emoções… e nunca vemos, que o que está fora, está sempre dentro, bem dentro de nós próprios. Porquê?

Porque os outros somos nós e nós somos os outros! Assim, construímos e criamos dificuldades, resistências, doenças e problemas graves nas nossas vidas.

A voz da essência leva-nos para o caminho do nosso crescimento e a voz da mente puxa-nos para o caminho que ela criou ‘como real’. No fundo, a voz da essência sempre vence, mas quando criamos estas resistências, tudo fica mais difícil e sofrido.

Se acha que as suas coisas são sempre doridas, difíceis e sofridas para acontecer, é bem provável que a sua mente tenha criado esta guerra interior. Tudo o que pensa torna-se realidade e torna-se manifesto da sua intenção.

Se acha que nunca consegue realizar algo, que realmente quer, é bem provável que a sua mente tenha criado ilusões e o tenha envolvido nesta guerra interior de crise profunda.

Se acha que as coisas boas da sua vida lhe são tiradas, a sua mente provavelmente gerou esta guerra novamente.

Lembre-se sempre: a vida traz-nos sempre o melhor, quando nós largamos, deixamos FLUIR. Largar, significa CONFIAR e ter FÉ.

Isso quer dizer que tem de largar a sua vida, sentar-se no sofá e esperar que as coisas aconteçam?

NÃO! Isso quer dizer, que está na hora da sua mente se libertar da tralha e parar de criar caminhos e atalhos ilusórios que já estão definidos há muito tempo pela nossa própria essência.

A mente tem a sua função, mas esta função não é criar o nosso caminho. Esta é a função da nossa essência. A mente é o terreno disponível para semear as escolhas que fazemos diariamente.

A função da mente é gerar alternativas de como iremos caminhar, trilhar o caminho.

zen69_32

Artigo publicado na Zen Energy Nº 69 (edição de Outubro de 2014)

Exemplo: a essência diz onde vou construir a minha casa e como ela será, disponibiliza-se com terreno fértil para tudo se materializar naturalmente, a mente segue o projecto, procurando os recursos necessários, e finalmente, constrói a casa.

 

Faça a sua avaliação pessoal

E como posso começar a trabalhar esta diferenciação em mim?

Reflectindo e fazendo a sua avaliação pessoal descrita abaixo:

  • O que normalmente penso?
    1. Onde há preocupação há também a sua mente a concretizar um trabalho que não devia.

 

  • Nestes cenários onde existe preocupação, está a fazer tudo o que precisa? Dá o seu melhor, o seu potencial máximo? Tem alguma coisa que gostaria de estar a fazer e não está a concretizá-la? O que o impede?
    1. Garanta, nas suas reflexões, que está a dedicar-se ao máximo para resolver a sua questão.

 

  • Há alguma opção diferente que apareceu, que alguém sugeriu ou que pensou para resolver esta questão e que ainda não experimentou?
    1. Se sim, pense com carinho, experimente se for possível.Diversas vezes colocamos realmente toda a nossa dedicação em alguma coisa (como perguntado no item anterior), mas não para a direcção certa, porque nos baralhamos e acumulamos tralhas, lembra-se?

 

  1. Quando o esforço não está na direcção certa, normalmente a vida mostra-nos através de mensagens, sinais, sonhos, pessoas que realmente nos querem bem, dando sugestões alternativas, reflexões que vêm no momento certo.

Alguma destas coisas está a acontecer consigo?

 

Se realmente trabalhou e reflectiu, sinceramente, sobre as 3 questões anteriores, relaxe e confie. Continue a dedicar-se a si próprio, entregando-se à vida, a Deus (ao nome que lhe quiser dar). Aguarde que no momento certo tudo acontece, nem sempre o que se quer, mas com certeza o que precisa.

 

A vida traz o que precisamos

Esta é a chave nº1: a vida traz tudo o que precisamos, só precisamos de confiar e garantir que estamos a fazer o nosso melhor, dedicando tempo e espaço para nos conhecermos melhor.

SOLUÇÃO para a criação de CONFIANÇA

Deixar Fluir! Viver no presente. Onde coloca a sua atenção coloca a sua energia. O que alimenta com essa energia faz crescer frutos. Assim, vamos transformando vidas… O passado e o futuro dependem unicamente do seu momento presente.

Recorde, hoje, é o primeiro dia do futuro.

O seu sucesso é alimentado pela sua confiança. Visualize-se sempre com sucesso e cheio de confiança. Jamais pense em fracassar, pois a energia segue e a vida concretiza tudo aquilo que é e que decide ser.

Se for invadido com um pensamento negativo transforme-o num pensamento positivo instantaneamente. E crie todas as possibilidades, sem limites. Reduza ao máximo os seus pensamentos pessimistas.

A opinião dos outros é exclusiva deles. Não permita que os outros o invadam e as suas opiniões negativas devem ser encaradas como elas se apresentam, simplesmente sendo a opinião, segundo a experiência dos outros, não a sua.

Repita diversas vezes, afirmações positivas que mantenham a sua energia e alimentem a sua confiança.

E por fim, entregue-se à vida comigo. Ela aguarda que a sua transformação flua dentro de si e se manifeste da forma mais apropriada para enfrentarmos todos juntos a vida, a viagem.

Recorde, A Vida traz-nos Sempre o Melhor.

E, hoje, é o primeiro dia do futuro! Com esta primeira chave, caminhemos felizes por todas as cidades, vales e montanhas, praias e rios e …  Experiencie como a vida lhe está a trazer TUDO!